Letra: Rage – Telecomandos

0
144
TELECOMANDADOS (Letra por Rage)

REFRÃO (1×)

Acordamos, trabalhamos e dormimos
Nós só acordamos, trabalhamos e dormimos
Acordamos, trabalhamos, estudamos, passeamos, assistimos Televisão e dormimos

Nós fomos programados
Nós somos controlados
Estamos hipnotizados
Somos telecomandados

ESTROFE I

As vezes penso em palavras te dizer
Mas porque é que eu penso que não me vais entender
Deve ser, porque enquanto vez novela eu estou a ler
Coisas que te vão fazer pensar e não só te entreter, podes crer
Play Station e diversão, discoteca e curtição
E na hora de pensar é só fadiga
Tu não ligas a Televisão, nem desligas a Televisão
A Televisão é que te liga e te desliga
É melhor esquecer, tu, já não és dono de si
Tu já não tens gostos, a moda escolhe para ti
Tu, pensas que aprendes na escola durante a aula
Mas nesse instante o teu cérebro é preso numa jaula
É a luta pelo cobre como nunca viste
Quanto mais riqueza se descobre mais pobreza existe
Chamas-me louco porque a verdade te vim revelar
Peixe que nasce no aquário não acredita no mar

REFRÃO (1×)

ESTROFE II

A cada dia inventam uma nova doença
E lá veem eles em ações humanitárias
Tantas vacinas nas crianças à nascença
Será que são todas necessárias
Aqui nada é revelado, é tudo segredo bem guardado
O que p'ra nós é preparado não sabemos
Dão-nos tudo empacotado, já com prazo estipulado
Desconfiança de lado só comemos
Como um cego, surdo e mudo, como robôs e zumbis
Acreditamos em tudo, que se escreve e se diz
Sem bases nem estudo, lá decide o juiz
E baixamos o escudo que nos protege das mentes vis
Nasceste, andaste, falaste
Mas não acredite nos teus olhos tu ainda não acordaste
O mundo vem e te aprisiona, de detem e direciona
És um refém, és um alguém que nunca questiona

PONTE

Só existem dois tipos de pessoas neste mundo
Os manipulados e os manipuladores
Se não despertarmos deste coma profundo
Seremos desimados, pelo capitalismo e os seus senhores

REFRÃO (1×)

Leave a Reply