Marcelo D2 - AMAR é para os FORTES (Álbum)

E finalmente está em todas as plataformas de streaming o novo álbum do Marcelo D2. “AMAR é para os FORTES” não é só um disco, mas sim um projeto audiovisual onde D2 estreia seu lado cineasta dirigindo e escrevendo o roteiro do filme que tem as músicas do disco como a trilha sonora. E seguindo essa tendência mundial, o rapper se mantém como vanguarda no rap brasileiro.

Sempre atrelando o samba à sua mistura, neste novo trabalho D2 adentrou o terreno dos afro-sambas buscando referências em clássicos do gênero como “Tam Tam Tam” de José Prates e “Coisas” de Moacir Santos. E pra linkar tudo isso na produção, formou um timaço ao lado de Nave e o genial Mario Caldato Jr.. As participações e colaborações engrossam ainda mais o caldo com as presenças de Gilberto Gil, Danilo Caymmi, Alice Caymmi, Seu Jorge, Rincon Sapiência, Anna Majidson, entre outros. Nos bastidores, ainda tem colaborações de Wilson das Neves em “Surpresa (Pros Amigos)”, o DJ norte-americano The Gaslamp Killer ficou responsável pelos scratches na faixa “Prelúdio Em Rimas Cariocas” e o virtuoso Money Mark, tecladista que colaborava com o Beastie Boys, toca em “Febre Do Rato“.

Em dez faixas, o rapper cria um discurso rebuscado pra contar a história de Sinistro (protagonizado no filme pelo seu filho Stephan Peixoto), um rapaz nascido na favela, envolto a violência, mas que busca na arte a sua mudança de perspectiva pra vida. O filme ‘sampleia‘ referências de vários clássicos do cinema urbano como “Wild Style”, “Faça a Coisa Certa”, “Cidade de Deus”, “Rockers”, “La Haine” e “Kids” e o resultado é uma cronica sonora da realidade carioca.

“AMAR é para os FORTES” é o décimo álbum de Marcelo D2 e chega vinte anos após sua estreia solo com “Eu Tiro É Onda” de 1998. Desde então o rapper vem tirando seguidas ondas na música, mantendo-se sempre relevante. Porém com esse novo trabalho, o primeiro totalmente independente, D2 eleva ainda mais o nível em sonoridade e maturidade.

Leave a Reply