Tributo à Zaida e Carlos Chongo

0
67

Tânia e Nelson Chongo, filhos de Zaida e Carlos Chongo, têm a uma
missão que pode parecer (im) possível: organizar um tributo aos seus
pais. É de bom senso dizer que parte da música popular produzida, hoje
em dia, a nível nacional, tem grandes marcas de Zaida e Carlos. Aliás,
alguns músicos experimentaram os palcos através desses dois músicos.
Tânia e Nelson Chongo continuam a carreira dos pais cantando e dançando,
mas dessa vez querem homenagear-lhes por tudo que fizeram por eles,
como pais, e pela cultura nacional, como músicos.

O que pretendem com a homenagem que estão a idealizar?
O nosso objectivo é celebrar a vida e obra desse grande casal e
reconhecer os seus feitos como filhos e fãs. Gostaríamos de criar um
espaço em que convidássemos vários artistas, personalidades e público em
geral para revivermos esse casal. Passam-se 14 da morte de Zaida e 13
anos de Carlos e queremos que o povo não se esqueça desse casal
glorioso, que fez muitas histórias dentro e fora do país. Enfim,
pretendemos eternizar a sua obra colectiva.

É um tributo ainda em idealização. Já possuem patrocinadores?
Estamos, neste momento, à espera de respostas das instituições aonde metemos cartas de pedido de apoio.
Eu e meu irmão temos esperança de que teremos respostas positivas e
de certeza que pessoas de boa-fé ajudarão. Até então, ainda estamos à
espera de patrocinadores. Queremos realizar o tributo entre Agosto e
Setembro e até lá temos muita esperança que consigamos angariar
patrocinadores.

Acha que o país reconhece, actualmente, a obra de Zaida e Carlos?
Sim e o reconhecimento é visível. O povo reconhece a boa deles, sim.
Eles foram feitos grandes figuras pelo povo e o mesmo povo tem o dever
de reconhecer a sua obra. Em muitas festas e eventos sociais tem se
tocado as suas músicas, até em discotecas já se toca a música do casal.

Há coisas inéditas que o casal deixou?
Há muita coisa que o casal passou e que o povo ainda não sabe. Nós
como filhos estamos a desenhar um projecto para eternizar a vida desse
casal através de um livro biográfico livro que relate o percurso do
casal, do início até ao auge. Fazer saber ao público sobre a caminhada
desse casal. Eles não tiveram só momentos de glória, por algum momento
pensaram em desistir da carreira musical, porque não era fácil. O
intuito é passar a história aos mais novos para nunca desistirem perante
dificuldades.

O que representa para si, como filha, o legado desse casal?
Eles representam tudo para mim. Se hoje estou formada é graças a
eles. Não me lembro dos meus pais com lágrimas, mas sim com sorrisos,
porque eles deixaram essa alegria que tinham. Devo dizer que eles
constituem a minha fonte de inspiração e eu considero-me a fã número um
deles. Foram pais que sempre transmitiram a todos de casa uma energia
positiva.

Os antigos colegas de Zaida e Carlos têm-vos acarinhado? E as instituições públicas?

Os artistas acarinham-nos muito; chamam-nos de sobrinhos a mim e a
meu irmão. Temos boas relações com vários artistas e muito deles
reconhecem o que o meu pai fez por eles. O Governo reconheceu, mas não
posso dizer que é um reconhecimento grande. Atribuiu uma avenida o nome
da minha mãe, Zaida Chongo, mas isso não é suficiente, é preciso que o
Governo olhe a todos os artistas com atenção não só a Zaida e Carlos,
mas a todos os artistas que fizeram algo pelo país.

Fonte: O País

Leave a Reply